Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Antes santificai a Cristo, como Senhor, nos vossos corações; e estai sempre preparados para responder, com mansidão e temor, a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós. 1 Pedro 3:15

SENHOR Deus da minha salvação, diante de ti tenho clamado de dia e de noite.
Chegue a minha oração perante a tua face, inclina os teus ouvidos ao meu clamor;
Porque a minha alma está cheia de angústia, e a minha vida se aproxima da sepultura.
Estou contado com aqueles que descem ao abismo; estou como homem sem forças,
Livre entre os mortos, como os feridos de morte que jazem na sepultura, dos quais te não lembras mais, e estão cortados da tua mão.
Puseste-me no abismo mais profundo, em trevas e nas profundezas.
Sobre mim pesa o teu furor; tu me afligiste com todas as tuas ondas. (Selá.)
Alongaste de mim os meus conhecidos, puseste-me em extrema abominação para com eles. Estou fechado, e não posso sair.
A minha vista desmaia por causa da aflição. Senhor, tenho clamado a ti todo o dia, tenho estendido para ti as minhas mãos.
Mostrarás, tu, maravilhas aos mortos, ou os mortos se levantarão e te louvarão? (Selá.)
Será anunciada a tua benignidade na sepultura, ou a tua fidelidade na perdição?
Saber-se-ão as tuas maravilhas nas trevas, e a tua justiça na terra do esquecimento?
Eu, porém, Senhor, tenho clamado a ti, e de madrugada te esperará a minha oração.
Senhor, porque rejeitas a minha alma? Por que escondes de mim a tua face?
Estou aflito, e prestes tenho estado a morrer desde a minha mocidade; enquanto sofro os teus terrores, estou perturbado.
A tua ardente indignação sobre mim vai passando; os teus terrores me têm retalhado.
Eles me rodeiam todo o dia como água; eles juntos me sitiam.
Desviaste para longe de mim amigos e companheiros, e os meus conhecidos estão em trevas.

Salmos 88:1-18

Há quase 2 anos Deus me apresentou o seu evangelho através da internet, e eu aceite-o no meu coração. Essa aceitação produziu frutos, e este blog é prova disso - os frutos são evidências de uma salvação.

 

Hoje sinto que Deus foi preparando todo o cenário e todas as circunstâncias da minha vida desde que nasci. Ele é soberano e esteve em todos os pormenores da minha vida. Foi ele quem decretou todas as desilusões e sofrimentos, para dessa forma me mostrar o seu evangelho. Esse salmo com que iniciei este artigo posso dizer que me representa em tudo.

 

Podia levantar o punho para o céu e culpar a Deus num sentido negativo. Mas ele me mostrou o quanto devo ter inimizade às coisas do mundo. Hoje percebo isso.

 

não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.

Tiago 4:4

 

Hoje posso dizer que estou num processo de santificação e de crescimento espiritual - e ainda me falta tanta coisa...

 

Os pensamentos sujos, o cair nos maus vícios do passado, a vaidade própria, etc etc, é algo que nunca será completamente irradiado dos nossos corpos enquanto ele não morrer para posteriormente recebermos um novo corpo glorificado com a impossibilidade de pecar.

 

Sinto-me como o apóstolo Paulo em Romanos 7:

 

Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado.
Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço.
E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa.
De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim.
Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem.
Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.
Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.
Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo.
Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus;
Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros.
Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?
Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.

Romanos 7:14-25

 

Ou seja, existe uma batalha entre a nossa velha natureza (que ainda não morreu) e o nosso novo espírito que nos foi dado pela graça de Deus.

 

Assim como também me revejo no sentimento do apóstolo Paulo em Filipenses 1:

 

Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.

Filipenses 1:21

 

De facto, um cristão genuíno não espera nem tem grandes expectativas de uma vida melhor. O cristão até quer é que ela acabe de uma vez por todas, porque o cristão não suporta mais esta fachada de mundo! É o que eu sinto.

 

Por outro lado, se Deus ainda nos mantém nesta vida, é porque tem um propósito para nós.

 

Se para Paulo o "morrer era ganho", ele também admite o seguinte no versículo seguinte:

 

Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei então o que deva escolher.
Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor.
Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne.

Filipenses 1:22-24

 

No caso do apóstolo Paulo, a sua missão era pregar o evangelho e pastorear os seus irmãos, porque isto iria abençoar outros eleitos de Deus para a salvação. Já no meu e no seu caso, até se pode dar o caso de você sofrer simplesmente para crescer espiritualmente e afastar-se o mais possível das coisas do mundo.

 

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo;
Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.
E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência,
E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.
E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

Romanos 5:1-5

 

No meu caso creio que ainda tenho muito que por aqui estar, porque ainda me falta tanta coisa... preciso de aprender a orar (a vergonha dos meus pecados me envergonham perante Deus), de ser baptizado, de pertencer a uma Igreja, etc etc. 

 

Mas se cheguei até aqui por alguma razão foi, e acredito que Deus ainda me vai ensinar muito ao longo desta jornada terrena.

 

Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;

Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo,
Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.
Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,
Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.
E digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente.
Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração;
Os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza.
Mas vós não aprendestes assim a Cristo,
Se é que o tendes ouvido, e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus;
Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano;
E vos renoveis no espírito da vossa mente;
E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade.
Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.
Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.
Não deis lugar ao diabo.
Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.
Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.
E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.
Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós,
Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.

Efésios 4:12-32

 

 

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.
Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

Mateus 11:28-30

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aparentemente, existem evidências exteriores de uma verdadeira conversão ao cristianismo. Mas isso só por si não significa nada. Afinal, até o Diabo se pode transfigurar num anjo de luz (2 Coríntios 11:14). Em 1 João, o seu  autor faz uma distinçao entre quem anda na luz e nas trevas. Ou seja, pelos frutos produzidos, quem está de fora poderá ter uma noção se aquela pessoa é ou não "nascida de novo".

 

Mas o cristão até se pode perguntar: "serei de facto um eleito para a vida eterna?". Ai a pessoa terá que examinar o que vai no seu interior, e creio que mais do que ninguém, a própria pessoa pode ou não ter a noção se é efectivamente salva.

 

Bem, a salvação não é por obras. É somente pela fé em Cristo, e é um dom que Deus nos dá. Não somos nós assim, quem escolhemos a Deus, mas foi Deus quem veio ao nosso encontro através do evangelho.

 

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
Não vem das obras, para que ninguém se glorie;

Efésios 2:8-9

 

Assim, como interiormente poderemos saber se somos de facto eleitos por Deus? Vamos a algumas evidências claras:

 

O querer resistir às tentações 

Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.

Tiago 4:7

 

Mas caindo em pecado, a pessoa se entristece e deseja novamente sentir a alegria da salvação

Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.
Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.
Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.
Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.
Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.
Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria.
Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve.
Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.
Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades.
Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.
Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.
Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

Salmos 51:1-12

 

O crente ocupa a sua mente com as coisas de Deus

Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.

Salmos 1:1-2

 

Na adversidade o crente não desanima, mas reforça a sua esperança

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo;
Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.
E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência,
E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.
E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

Romanos 5:1-5

 

O crente deseja partir desta vida para Cristo

Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.
Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei então o que deva escolher.
Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor.
Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne.

Filipenses 1:21-24

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

E disseram-lhe: Onde está Sara, tua mulher? E ele disse: Ei-la aí na tenda.
E disse: Certamente tornarei a ti por este tempo da vida; e eis que Sara tua mulher terá um filho. E Sara escutava à porta da tenda, que estava atrás dele.
E eram Abraão e Sara já velhos, e adiantados em idade; já a Sara havia cessado o costume das mulheres.
Assim, pois, riu-se Sara consigo, dizendo: Terei ainda deleite depois de haver envelhecido, sendo também o meu senhor já velho?
E disse o Senhor a Abraão: Por que se riu Sara, dizendo: Na verdade darei eu à luz ainda, havendo já envelhecido?
Haveria coisa alguma difícil ao Senhor? Ao tempo determinado tornarei a ti por este tempo da vida, e Sara terá um filho.
E Sara negou, dizendo: Não me ri; porquanto temeu. E ele disse: Não digas isso, porque te riste.

Gênesis 18:9-15

não-há-impossiveis-para-Deus.jpg

 

O incrédulo tenta ridicularizar a Bíblia muito pelos milagres que lá são descritos. Mas, no fundo, o que é um milagre? Um milagre é tudo aquilo que acontece e que não tem uma explicação racional na mente humana.

 

O ar que respiramos é um milagre. O sol que nos ilumina e aquece é um milagre. A água que bebemos é outro milagre. Tudo à nossa volta é um milagre, na medida em que o homem fora da Bíblia nunca encontrou uma explicação racional para o surgimento de todas as coisas, e o porquê de todas essas coisas funcionarem como uma máquina muito bem montada.

 

A Bíblia diz que "no princípio era Deus" e que do nada ele fez todas as coisas. O tempo, o espaço, o universo e a matéria que o compõe não são eternos. Deus, numa dimensão fora desse contexto (na eternidade onde só havia Deus), trouxe à existência todas estas coisas que estão à nossa volta.

 

Como ele fez isso? Não sabemos. Para percebermos todo este milagre da criação tínhamos que ser como Deus. Mas, como não o somos, só temos que aceitar esta realidade. Aliás, nós nem podemos perceber como Deus nunca teve um "princípio". Lá está, tínhamos que ser como Deus para também perceber a questão da sua eternidade. Pensar em tudo isto dá voltas à cabeça, não é?...

 

Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!
Por que quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro?
Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado?
Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.

Romanos 11:33-36

 

Mas, podemos aceitar que é assim, e que como seres limitados ao tempo e ao espaço, nunca poderemos compreender Deus e o porquê da sua infinita capacidade.

 

O incrédulo ri-se da multiplicação dos pães. Ri-se da transformação da água em vinho. Ri-se de uma serpente falante. Ri-se de um homem que esteve durante três dias no fundo do mar na barriga de uma baleia. Ri-se do dilúvio. Enfim, ri-se de muitas coisas que são descritas na Bíblia.

 

Um dos factores fundamentais à salvação é acreditar que Jesus Cristo é Deus. Não foi do acaso que o apóstolo João nos dois últimos versículos do seu evangelho realça a infinita capacidade de Jesus em fazer milagres.

 

Este é o discípulo que testifica destas coisas e as escreveu; e sabemos que o seu testemunho é verdadeiro.
Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez; e se cada uma das quais fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que se escrevessem. Amém.

João 21:24-25

 

Para um Deus que do nada criou todas as coisas, qual é para ele o problema de fazer milagres dentro da sua própria criação?... Não tem problema nenhum!...

 

Sara não percebeu isso e riu-se.

 

E você? Vai ao menos parar para reflectir? É que para Deus não há mesmo impossíveis...

 

Ajuntando-se entretanto muitos milhares de pessoas, de sorte que se atropelavam uns aos outros, começou a dizer aos seus discípulos: Acautelai-vos primeiramente do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia.
Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido.
Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido; e o que falastes ao ouvido no gabinete, sobre os telhados será apregoado.
E digo-vos, amigos meus: Não temais os que matam o corpo e, depois, não têm mais que fazer.
Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei.
Não se vendem cinco passarinhos por dois ceitis? E nenhum deles está esquecido diante de Deus.
E até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos.

Lucas 12:1-7

 

“Antes de nascerem os montes e de criares a terra e o mundo, de eternidade a eternidade tu és Deus”. (Salmos 90:2)

“Será que você não sabe? Nunca ouviu falar? O Senhor é o Deus eterno, o criador de toda a terra. Ele não se cansa nem fica exausto; sua sabedoria é insondável”. (Isaías 40:28)

“Assim diz o Senhor, o rei de Israel, o seu redentor, o Senhor dos Exércitos: Eu sou o primeiro e eu sou o último; além de mim não há Deus”. (Isaías 44:6)

“Mas o Senhor é o Deus verdadeiro; ele é o Deus vivo; o rei eterno”. (Jeremias 10:10)

“Respondeu Jesus:”Eu lhes afirmo que antes de Abraão nascer, Eu Sou”! (João 8:58)

“Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e para sempre”. (Hebreus 13:8)

“Eu sou o Alfa e o Ômega”, diz o Senhor Deus, “o que é, o que era e o que há de vir, o Todo-poderoso”. (Apocalipse 1:8)

“Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim”. (Apocalipse 22:13)

 

“Ninguém jamais viu a Deus, mas o Deus* Unigênito, que está junto do Pai, o tornou conhecido”. (João 1:18)

“Deus é espírito…” (João 4:24)

“Ao Rei eterno, ao Deus único, imortal e invisível, sejam honra e glória para todo o sempre. Amém”. (1Timóteo 1:17)

“…o bendito e único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, o único que é imortal e habita em luz inacessível, a quem ninguém viu nem pode ver. A ele sejam honra e poder para sempre. Amém”. (1Timóteo 6:15-16)

 

“Para onde poderia eu escapar do teu Espírito? Para onde poderia fugir da tua presença?” (Salmos 139:7)

“O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há é o Senhor do céu e da terra, e não habita em santuários feitos por mãos humanas. Ele não é servido por mãos de homens, como se necessitasse de algo, porque ele mesmo dá a todos a vida, o fôlego e as demais coisas. De um só fez ele todos os povos, para que povoassem toda a terra, tendo determinado os tempos anteriormente estabelecidos e os lugares exatos em que deveriam habitar. Deus fez isso para que os homens o buscassem e talvez, tateando, pudessem encontrá-lo, embora não esteja longe de cada um de nós. ‘Pois nele vivemos, nos movemos e existimos’, como disseram alguns dos poetas de vocês: ‘Também somos descendência dele'”. (Atos 17:24-28)

 

“Existe alguma coisa impossível para o Senhor?” (Gênesis 18:14)

“O nosso Deus está nos céus, e pode fazer tudo o que lhe agrada”. (Salmos 115:3)

“Desde o início faço conhecido o fim, desde tempos remotos, o que ainda virá. Digo: Meu propósito permanecerá em pé, e farei tudo o que me agrada”. (Isaías 46:10)

“Jesus olhou para eles e respondeu: ‘Para o homem isso é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis”.(Mateus 19:26)

“Pois nada é impossível para Deus”. (Lucas 1:27)

 

“No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus”.
A Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, a glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade”. 
(João 1:1,1:4)

“O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam — isto proclamamos a respeito da Palavra da vida. A vida se manifestou; nós a vimos e dela testemunhamos, e proclamamos a vocês a vida eterna, que estava com o Pai e nos foi manifestada”. (1João 1:1-2)

“Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação, pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por ele e para ele”. (1Colossenses 1:15-16)

“O Filho é o resplendor da glória de Deus e a expressão exata do seu ser, sustentando todas as coisas por sua palavra poderosa. Depois de ter realizado a purificação dos pecados, ele se assentou à direita da Majestade nas alturas…” (Hebreus 1:3)

“Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus…” (Filipenses 2:5)

 

“…o Pai é maior do que eu”. (João 14:28)

“Eu e o Pai somos um”. (João 10:30)

“…Quem me vê, vê ao Pai…” (João 14:9)

Autoria e outros dados (tags, etc)

07
Ago17

Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.

João 8:44

E o Diabo continua hoje a exercer o seu poder de influência, tentando passar a mensagem que Deus não existe, que Deus é "mau", que o universo é produto do "acaso", ou que o homem "vem" do macaco.

 

Assim, do ponto de vista do ímpio, podemos "comer e beber", que amanhã tudo pode acabar (a morte), porque não existe nenhuma divindade que nos vai julgar. 

 

O pecado não existe. Nem existe nenhuma "referência" que nos diga o que é "certo" ou "errado".

 

Sim, se não existe um criador de todas as coisas, e se tudo surgiu por mero acaso, como pode existir "bem" ou "mal"?

 

Se a nossa vida, assim como tudo o que nos rodeia é produto do "acaso", então a nossa vida também não faz sentido. 

 

E se a nossa vida não faz sentido, se não existe uma "referência", então, afinal, o que é o "bem" e o "mal"?

 

Se Deus não existe, o "bem" e o "mal" não passam de ilusões das nossas cabeças. Afinal, nós somos produto do acaso, e os nossos cérebros não são excepção...

 

Do ponto de vista do evolucionismo, creio que o "bem" e o "mal" resultam da evolução e da necessidade de impor a ordem na desordem. Ou seja, tudo começou "mal", e de forma evolutiva o ser humano vai-se adaptando e criando o "bem". Sinceramente, não acho que faça sentido, pois se o próprio homem é produto do "acaso", e se não existe um criador [a tal "referência"], o que nós podemos chamar de "bem" nunca será algo intrínseco.
 
Para o "bem" ser algo intrínseco, tinha que existir um criador de tudo, pois só ele de facto poderia afirmar o que é o "bem" e o "mal".
 
Mas a Bíblia nos diz que "no princípio era Deus", e que do nada ele fez todas as coisas [leiam este artigo para perceberem melhor esta questão].
 
Deus é a "referência" das nossas vidas.
 
Estar com Deus e seguir os seus mandamentos é o "bem". Virar-lhe as costas e praticar a nossa própria vontade é o "mal".
 
Quando Deus criou o homem e o colocou num jardim, colocou-o sob "teste". Ou seja, lá em génesis, Deus colocou a árvore do conhecimento do "bem e do mal" no meio do jardim, e proibiu Adão e Eva de comerem do fruto daquela árvore. Aquele teste serviria como um "referencial" da humildade e obediência do homem para com o seu Deus. Aliás, Deus disse que no dia em que comessem daquela árvore eles morreriam. Ele ditou as regras.
 
Deus é justo, e procura no homem uma genuína comunhão. Eu posso criar um robô à minha imagem e semelhança, mas nunca sentirei uma comunhão com ele. Assim foi Deus para com o homem.
 
Deus deu ao homem a possibilidade de pensar pela sua própria cabeça e de escolher entre "ele" ou a "mentira". O homem enganado pelo Diabo, escolheu a "mentira".
 
Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?
E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos,
Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.
Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.
Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.
E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
 
Gênesis 3:1-6
 
 
Como disse, a mentira continua a ser propagada pelo Diabo e seus anjos.
 
Mas a raça humana, apesar de ter caído em pecado, foi criado à imagem e semelhança de Deus, e no seu coração ele tem intrinsecamente a noção do que é o "bem" e o "mal".
 
Porque, quando os gentios, que não têm lei, fazem naturalmente as coisas que são da lei, não tendo eles lei, para si mesmos são lei;
Os quais mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência, e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os;
No dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por Jesus Cristo, segundo o meu evangelho.
 
Romanos 2:14-16
 
 
E que dia é esse em que Deus irá julgar os segredos dos homens? Será o dia do juízo final, em que todos aqueles que não forem perdoados dos seus pecados terão que sofrer a pena que o "mal" naturalmente tem que impor.
 
Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.

Apocalipse 20:2

 

E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.
E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.
E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.

Apocalipse 20:12-15

 

Isto significa que seremos todos condenados? Afinal, a raça humana caiu em pecado e ninguém consegue fazer sempre o "bem".

 

Em condições "normais" sim, seriamos todos condenados. 

 

Mas Deus, pelo seu amor e misericórdia para connosco, entregou o seu filho Jesus Cristo para pagar pelos nossos pecados.

 

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

João 3:16

 

Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.
Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.
Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.
Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força.

1 Coríntios 15:21-24

 

E você, ainda está do lado da mentira [o Diabo], ou já passou para o lado da verdade [Cristo]?

 

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

João 14:6

Autoria e outros dados (tags, etc)

Embora todo o homem tenha lá no fundo da alma a noção de um criador de todas as coisas [Romanos 1:19-20], esse Deus, a ter-se revelado de forma directa ao homem, sabemos que só na Bíblia ele o fez. Na Bíblia, este especifica quem é, os seus propósitos, e o quanto o pecado manchou o seu plano original. 

 

Devíamos, antes de tudo, através da Bíblia, tentar perceber o ponto de vista do criador do universo - e não olharmos somente para o nosso umbigo.

 

Devíamos antes perguntar: onde temos andado até hoje? Deus dá a resposta:

 

Como está escrito:Não há um justo, nem um sequer.
Não há ninguém que entenda;Não há ninguém que busque a Deus.
Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis.Não há quem faça o bem, não há nem um só.

Romanos 3:10-12

 

Veja se você cabe dentro de todas estas práticas que Deus condena:

 

Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou.
Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;
Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
Estando cheios de toda a iniqüidade, fornicação, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;
Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;
Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;
Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.

Romanos 1:19-32

 

E agora uma auto-reflexão mais especifica:

 

Se Deus lhe desse a escolher entre obedecer à sua autoridade ou a escolher a sua própria independência sem ter que lhe prestar contas, o que você escolheria?

 

Faria como Adão, que indo na mentira de Satanás, escolheu ser independente e igual a Deus, desobedecendo à única regra que Deus lhe impôs? [Gênesis 3:4-5]

 

Como a Bíblia dá a entender, ateus de verdade não existem. O que existe é a negação e a revolta contra Deus.

 

Hoje o Diabo continua a exercer como nunca o seu poder de influência, continuando a dizer que tudo o que Deus diz ou impõe é simplesmente mau.

 

É na hora da aflição que os ateus logo surgem questionando a Deus e a querer pôr em causa a fé dos cristãos.

 

E, na verdade, há na Bíblia vários exemplos de homens de fé que tiveram momentos de crise por não entenderem o "mal" que Deus vinha a permitir. Foi o caso do profeta Habacuque.

 

O peso que viu o profeta Habacuque.
Até quando, Senhor, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritar-te-ei: Violência! e não salvarás?
Por que razão me mostras a iniqüidade, e me fazes ver a opressão? Pois que a destruição e a violência estão diante de mim, havendo também quem suscite a contenda e o litígio.
Por esta causa a lei se afrouxa, e a justiça nunca se manifesta; porque o ímpio cerca o justo, e a justiça se manifesta distorcida.

Habacuque 1:1-4

 

E Deus lhe diz:

 

Vede entre os gentios e olhai, e maravilhai-vos, e admirai-vos; porque realizarei em vossos dias uma obra que vós não crereis, quando for contada.
Porque eis que suscito os caldeus, nação amarga e impetuosa, que marcha sobre a largura da terra, para apoderar-se de moradas que não são suas.
Horrível e terrível é; dela mesma sairá o seu juízo e a sua dignidade.

Habacuque 1:5-7

 

Um pouco mais à frente no livro, Habacuque, ainda sem perceber, ainda questiona:

 

Tu és tão puro de olhos, que não podes ver o mal, e a opressão não podes contemplar. Por que olhas para os que procedem aleivosamente, e te calas quando o ímpio devora aquele que é mais justo do que ele?

Habacuque 1:13

 

Mas Deus lhe garante que há um dia determinado para repor a justiça:

 

Escreve a visão e torna-a bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo.
Porque a visão é ainda para o tempo determinado, mas se apressa para o fim, e não enganará; se tardar, espera-o, porque certamente virá, não tardará.
Eis que a sua alma está orgulhosa, não é reta nele; mas o justo pela sua fé viverá.
Tanto mais que, por ser dado ao vinho é desleal; homem soberbo que não permanecerá; que alarga como o inferno a sua alma; e é como a morte que não se farta, e ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos.
Não levantarão, pois, todos estes contra ele uma parábola e um provérbio sarcástico contra ele? E se dirá: Ai daquele que multiplica o que não é seu! (até quando? ) e daquele que carrega sobre si dívidas!
Porventura não se levantarão de repente os teus extorquiadores, e não despertarão os que te farão tremer, e não lhes servirás tu de despojo?
Porquanto despojaste a muitas nações, todos os demais povos te despojarão a ti, por causa do sangue dos homens, e da violência feita à terra, à cidade, e a todos os que nela habitam.
Ai daquele que, para a sua casa, ajunta cobiçosamente bens mal adquiridos, para pôr o seu ninho no alto, a fim de se livrar do poder do mal!
Vergonha maquinaste para a tua casa; destruindo tu a muitos povos, pecaste contra a tua alma.
Porque a pedra clamará da parede, e a trave lhe responderá do madeiramento.
Ai daquele que edifica a cidade com sangue, e que funda a cidade com iniqüidade!
Porventura não vem do Senhor dos Exércitos que os povos trabalhem pelo fogo e os homens se cansem em vão?
Porque a terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar.
Ai daquele que dá de beber ao seu companheiro! Ai de ti, que adicionas à bebida o teu furor, e o embebedas para ver a sua nudez!
Serás farto de ignomínia em lugar de honra; bebe tu também, e sê como um incircunciso; o cálice da mão direita do Senhor voltará a ti, e ignomínia cairá sobre a tua glória.
Porque a violência cometida contra o Líbano te cobrirá, e a destruição das feras te amedrontará, por causa do sangue dos homens, e da violência feita à terra, à cidade, e a todos os que nela habitam.
Que aproveita a imagem de escultura, depois que a esculpiu o seu artífice? Ela é imagem de fundição que ensina mentira, para que quem a formou confie na sua obra, fazendo ídolos mudos?
Ai daquele que diz ao pau: Acorda! e à pedra muda: Desperta! Pode isso ensinar? Eis que está coberta de ouro e de prata, mas dentro dela não há espírito algum.
Mas o Senhor está no seu santo templo; cale-se diante dele toda a terra.

Habacuque 2:2-20

 

O Diabo e o homem destruíram a criação original de Deus, e a partir do momento em que o pecado entrou no mundo, Deus como Deus pode utilizar os meios que bem entender para levar avante o seu plano. Um plano de redenção através do seu filho Jesus Cristo e da condenação de todos aqueles que rejeitaram toda a oferta de perdão através dele.

 

Mas, para além disso, o Diabo pode exercer uma influencia directa nas tragédias que acontecem no mundo. No livro de Jó, Satanás lhe destruiu tudo: os filhos, as fazendas e a saúde.

 

Começando a questionar a Deus precisamente na hora da sua aflição, este lhe respondeu:

 

Depois disto o SENHOR respondeu a Jó de um redemoinho, dizendo:
Quem é este que escurece o conselho com palavras sem conhecimento?
Agora cinge os teus lombos, como homem; e perguntar-te-ei, e tu me ensinarás.
Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência.
Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel?
Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina,
Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?
Ou quem encerrou o mar com portas, quando este rompeu e saiu da madre;
Quando eu pus as nuvens por sua vestidura, e a escuridão por faixa?
Quando eu lhe tracei limites, e lhe pus portas e ferrolhos,
E disse: Até aqui virás, e não mais adiante, e aqui se parará o orgulho das tuas ondas?

Jó 38:1-11

 

Jó nem fazia ideia que tinha sido obra de Satanás!

 

Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;
Ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo.

1 Pedro 5:8-9

 

Como diz Pedro, na hora da aflição, o cristão deve se manter firme na fé, sabendo que todas estas coisas têm que se cumprir, mas que são passageiras:

 

E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.
E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.
E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.
Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.
Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos que se prostituem, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.

Apocalipse 21:4-8

 

E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.

Apocalipse 20:10

 

Por fim, faço uma última pergunta: porque o próprio filho de Deus veio ao mundo em carne e experimentou as dores e as aflições do pecado naquela maldita cruz do calvário?

 

Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.
Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.
Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido.
E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca.
Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do Senhor prosperará na sua mão.
Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si.
Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.

Isaías 53:4-12

 

Como disse o profeta Habacuque, Deus é tão puro de olhos que não pode ver o mal. Logo, apesar de nos querer perdoar, o seu sentido de justiça impossibilitava um perdão passando por cima de todos os nossos pecados. O filho de Deus assumiu a culpa do pecado que entrou em Adão e que se multiplicou por toda a raça humana. Deus descarregou no seu filho a justiça que o pecado impunha, e todo aquele que nele crer está assim justificado.

 

Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.

Romanos 5:12

 

Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.

1 Coríntios 15:21

 

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.

João 3:16-18

 

Se crer em Cristo como seu senhor e salvador, você está justificado e tem paz com Deus. Até mesmo na hora da aflição.

 

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo;
Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.
E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência,
E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.
E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.
Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios.
Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer.
Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.
Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira.
Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.

Romanos 5:1-10

 

Assim, o que você fará com esta mensagem? Você continuará a pôr a soberania de Deus em causa continuando no pecado, ou fará como Habacuque que acabou por dar graças a Deus na hora da aflição depositando em si toda a sua confiança?

 

Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado;
Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação.
O Senhor Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas. (Para o cantor-mor sobre os meus instrumentos de corda).

Habacuque 3:17-19

 

 

 

Nota: O livro de Habacuque mais especificado pelo Pastor Augustus Nicodemus.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

07
Ago17

deserto.jpeg

De forma muito resumida, o livro de êxodo relata o facto de Deus ter permitido que o seu povo fosse levado para o Egipto e fosse lá escravizado, até que utilizou Moisés para o libertar, tendo esse mesmo povo passado pelo meio das águas, enquanto que quem os perseguia (as tropas egípcias) foram engolidos pelas águas, ficando assim definitivamente "libertos" do Egipto.

 

Apesar de libertos, tiveram que passar 40 anos no deserto até chegarem à sua terra, enquanto que do céu caía o maná e bebiam de uma mesma rocha.

 

E beberam todos de uma mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo.

1 Coríntios 10-4

 

Como se pode imaginar, viver uma "vida" caminhando pelo deserto (e com todas as dificuldades que um deserto impõe), sem saber para onde iam e quando chegariam, obviamente que não foi fácil. Aliás, foi certamente muito difícil.

Por um lado "libertos", mas por outro, ainda a sofrer.

 

Fazendo uma analogia com o cristão, talvez Deus queira aqui passar uma mensagem.

 

Ou seja, um Cristão é liberto do pecado e do Diabo e passa para o lado de Deus e de Cristo, mas ainda nesta vida, continuará a sofrer as consequências de um mundo de pecado, e normalmente a vida do cristão ainda se torna mais difícil, mas, sempre com o ânimo de que tudo passará, pois está-lhe garantida a vida eterna.

 

Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.

João 16:33

 

Mas depois...

 

E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.

Apocalipse 21:4

 

pedro-foi-o-primeiro-papa-5-728.jpg

Mas enquanto caminharmos pelo deserto, temos a rocha que dá sentido à nossa vida e que a sustenta.

 

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo;
Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.
E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência,
E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.
E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

Romanos 5:1-5

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

É o caso destes homens que se recusaram a dizer "não" a Cristo.

 

Dá que pensar... Nós por vezes questiona-mos a Deus quando algo na nossa vida não corre como gostaríamos, ou quando vemos o "mal" afligir outras pessoas, quando nós que até somos cristãos, por vezes, somos uns privilegiados pelas circunstancias que nos rodeiam. Foi o caso de alguns profetas de Deus do antigo testamento como Jonas ou Habacuque (recomendo a leitura desses dois livrinhos).

 

Por vezes há até o receio de falarmos de Cristo a familiares e amigos, porque podemos perder amizades e sermos vistos como "loucos".

 

Ao olharmos para esta imagem, não se fica assim com uma sensação algo confrangedora?...

 

Por vezes tudo na nossa vida corre mal. Solidão, problemas familiares, saúde, emprego, traumas, etc. Tudo desaba ao mesmo tempo. E por muito que custe, qual deverá ser a nossa posição? 

 

Lembremo-nos desses cristãos. Foram entregues aos islamitas e resistiram até ao fim, não negando a Cristo.

 

Que nunca lhe passe pela cabeça desistir, porque Deus tem um plano para a sua vida. Fique forte e inabalável como uma rocha!

 

Quero assim abordar um episódio muito conhecido no livro de Daniel, quando Deus permitiu que o seu povo fosse deportado para a Babilónia. A Bíblia nos dá vários exemplos de situações que só aconteceram uma única vez, mas que servem hoje como "símbolo" do juízo, da misericórdia ou da fé. Vamos assim ler um episódio de uma tamanha fé, que tal como esses mártires da imagem, os três jovens em causa também resistiram até ao fim.

 

O rei Nabucodonosor fez uma estátua de ouro, cuja altura era de sessenta côvados, e a sua largura de seis côvados; levantou-a no campo de Dura, na província de babilônia.
Então o rei Nabucodonosor mandou reunir os príncipes, os prefeitos, os governadores, os conselheiros, os tesoureiros, os juízes, os capitàes, e todos os oficiais das províncias, para que viessem à consagração da estátua que o rei Nabucodonosor tinha levantado.
Então se reuniram os príncipes, os prefeitos e governadores, os capitàes, os juízes, os tesoureiros, os conselheiros, e todos os oficiais das províncias, à consagração da estátua que o rei Nabucodonosor tinha levantado; e estavam em pé diante da imagem que Nabucodonosor tinha levantado.
E o arauto apregoava em alta voz: Ordena-se a vós, ó povos, nações e línguas:
Quando ouvirdes o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, da gaita de foles, e de toda a espécie de música, prostrar-vos-eis, e adorareis a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor tem levantado.
E qualquer que não se prostrar e não a adorar, será na mesma hora lançado dentro da fornalha de fogo ardente.
Portanto, no mesmo instante em que todos os povos ouviram o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério e de toda a espécie de música, prostraram-se todos os povos, nações e línguas, e adoraram a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor tinha levantado.
Por isso, no mesmo instante chegaram perto alguns caldeus, e acusaram os judeus.
E responderam, dizendo ao rei Nabucodonosor: Ó rei, vive eternamente!
Tu, ó rei, fizeste um decreto, pelo qual todo homem que ouvisse o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, e da gaita de foles, e de toda a espécie de música, se prostrasse e adorasse a estátua de ouro;
E, qualquer que não se prostrasse e adorasse, seria lançado dentro da fornalha de fogo ardente.
Há uns homens judeus, os quais constituíste sobre os negócios da província de babilônia: Sadraque, Mesaque e Abednego; estes homens, ó rei, não fizeram caso de ti; a teus deuses não servem, nem adoram a estátua de ouro que levantaste.
Então Nabucodonosor, com ira e furor, mandou trazer a Sadraque, Mesaque e Abednego. E trouxeram a estes homens perante o rei.
Falou Nabucodonosor, e lhes disse: É de propósito, ó Sadraque, Mesaque e Abednego, que vós não servis a meus deuses nem adorais a estátua de ouro que levantei?
Agora, pois, se estais prontos, quando ouvirdes o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, da gaita de foles, e de toda a espécie de música, para vos prostrardes e adorardes a estátua que fiz, bom é; mas, se não a adorardes, sereis lançados, na mesma hora, dentro da fornalha de fogo ardente. E quem é o Deus que vos poderá livrar das minhas mãos?
Responderam Sadraque, Mesaque e Abednego, e disseram ao rei Nabucodonosor: Não necessitamos de te responder sobre este negócio.
Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei.
E, se não, fica sabendo ó rei, que não serviremos a teus deuses nem adoraremos a estátua de ouro que levantaste.
Então Nabucodonosor se encheu de furor, e mudou-se o aspecto do seu semblante contra Sadraque, Mesaque e Abednego; falou, e ordenou que a fornalha se aquecesse sete vezes mais do que se costumava aquecer.
E ordenou aos homens mais poderosos, que estavam no seu exército, que atassem a Sadraque, Mesaque e Abednego, para lançá-los na fornalha de fogo ardente.
Então estes homens foram atados, vestidos com as suas capas, suas túnicas, e seus chapéus, e demais roupas, e foram lançados dentro da fornalha de fogo ardente.
E, porque a palavra do rei era urgente, e a fornalha estava sobremaneira quente, a chama do fogo matou aqueles homens que carregaram a Sadraque, Mesaque, e Abednego.
E estes três homens, Sadraque, Mesaque e Abednego, caíram atados dentro da fornalha de fogo ardente.
Então o rei Nabucodonosor se espantou, e se levantou depressa; falou, dizendo aos seus conselheiros: Não lançamos nós, dentro do fogo, três homens atados? Responderam e disseram ao rei: É verdade, ó rei.
Respondeu, dizendo: Eu, porém, vejo quatro homens soltos, que andam passeando dentro do fogo, sem sofrer nenhum dano; e o aspecto do quarto é semelhante ao Filho de Deus.
Então chegando-se Nabucodonosor à porta da fornalha de fogo ardente, falou, dizendo: Sadraque, Mesaque e Abednego, servos do Deus Altíssimo, saí e vinde! Então Sadraque, Mesaque e Abednego saíram do meio do fogo.
E reuniram-se os príncipes, os capitàes, os governadores e os conselheiros do rei e, contemplando estes homens, viram que o fogo não tinha tido poder algum sobre os seus corpos; nem um só cabelo da sua cabeça se tinha queimado, nem as suas capas se mudaram, nem cheiro de fogo tinha passado sobre eles.
Falou Nabucodonosor, dizendo: Bendito seja o Deus de Sadraque, Mesaque e Abednego, que enviou o seu anjo, e livrou os seus servos, que confiaram nele, pois violaram a palavra do rei, preferindo entregar os seus corpos, para que não servissem nem adorassem algum outro deus, senão o seu Deus.
Por mim, pois, é feito um decreto, pelo qual todo o povo, e nação e língua que disser blasfêmia contra o Deus de Sadraque, Mesaque e Abednego, seja despedaçado, e as suas casas sejam feitas um monturo; porquanto não há outro Deus que possa livrar como este.
Então o rei fez prosperar a Sadraque, Mesaque e Abednego, na província de babilônia.

Daniel 3:1-30

 

É certo que será grande o galardão de todos esses mártires!

 

Para concluir, pergunto: qual é de facto o seu problema?

 

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo;
Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.
E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência,
E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.
E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.
Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios.

Romanos 5:1-6

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

  • Do lado aberto de Adão Deus extraiu a costela da qual formou sua esposa. Do lado aberto de Jesus saíram o sangue e a água que expiaram o pecado e purificaram uma esposa (a Igreja) para si.
  • Um animal foi sacrificado no Éden para cobrir com sua pele a nudez de Adão e Eva. Jesus foi sacrificado na cruz para cobrir o pecado do homem.
  • Enquanto Caim tentava agradar a Deus com o fruto de seu trabalho, Abel sacrificou um animal inocente e conquistou o agrado de Deus. Jesus, o Cordeiro de Deus, foi o único sacrifício que poderia agradar a Deus.
  • Enquanto Deus destruía o mundo com um dilúvio, uma arca preservava Noé e sua família da morte. A arca é uma figura de Cristo, que nos livra da ira futura.
  • Abraão subiu o monte acompanhado de seu filho Isaque, o qual levava nas costas a lenha do holocausto de si mesmo. Jesus foi ao monte calvário carregando sua cruz de madeira sobre a qual seria oferecido em sacrifício a Deus.
  • José, o filho preferido de seu pai Jacó, foi vendido por seus irmãos, dado como morto, e ressurgiu no Egito para salvar seu povo. O Filho de Deus, Jesus, foi traído por seus irmãos judeus, morreu e ressuscitou para estabelecer seu Reino futuro.
  • Jonas, para salvar os marinheiros da morte, assumiu sua culpa e deixou-se lançar ao mar, ficando três dias e três noites preso no ventre do grande peixe. Jesus, ao assumir a culpa por nossos pecados, foi lançado na morte e seu corpo ficou três dias e três noites no seio da terra antes de ressuscitar. 
  • Moisés foi lançado nas águas da morte quando bebê para ressurgir mais tarde como libertador de seu povo. Jesus morreu por nossos pecados e ressuscitou para nossa justificação.
  • O cordeiro que foi morto e cujo sangue foi passado nas obreiras das portas dos israelitas no Egito para livrá-los do castigo divino é figura do Cordeiro de Deus, cujo sangue garante a libertação de nossos pecados.
  • O pequeno e indefeso Davi venceu o gigante Golias e libertou Israel dos filisteus. O fraco e abatido Jesus com sua morte venceu Satanás e libertou todos os que estavam presos pelo diabo.

Fontehttp://pintorcelestial.blogspot.pt/2008/06/o-sol-brilha-ou-nao.html

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

E no segundo ano do reinado de Nabucodonosor, Nabucodonosor teve sonhos; e o seu espírito se perturbou, e passou-se-lhe o sono.
Então o rei mandou chamar os magos, os astrólogos, os encantadores e os caldeus, para que declarassem ao rei os seus sonhos; e eles vieram e se apresentaram diante do rei.
E o rei lhes disse: Tive um sonho; e para saber o sonho está perturbado o meu espírito.
E os caldeus disseram ao rei em aramaico: Ó rei, vive eternamente! Dize o sonho a teus servos, e daremos a interpretação.
Respondeu o rei, e disse aos caldeus: O assunto me tem escapado; se não me fizerdes saber o sonho e a sua interpretação, sereis despedaçados, e as vossas casas serão feitas um monturo;
Mas se vós me declarardes o sonho e a sua interpretação, recebereis de mim dádivas, recompensas e grande honra; portanto declarai-me o sonho e a sua interpretação.
Responderam segunda vez, e disseram: Diga o rei o sonho a seus servos, e daremos a sua interpretação.
Respondeu o rei, e disse: Percebo muito bem que vós quereis ganhar tempo; porque vedes que o assunto me tem escapado.
De modo que, se não me fizerdes saber o sonho, uma só sentença será a vossa; pois vós preparastes palavras mentirosas e perversas para as proferirdes na minha presença, até que se mude o tempo; portanto dizei-me o sonho, para que eu entenda que me podeis dar a sua interpretação.
Responderam os caldeus na presença do rei, e disseram: Não há ninguém sobre a terra que possa declarar a palavra ao rei; pois nenhum rei há, grande ou dominador, que requeira coisas semelhantes de algum mago, ou astrólogo, ou caldeu.
Porque o assunto que o rei requer é difícil; e ninguém há que o possa declarar diante do rei, senão os deuses, cuja morada não é com a carne.
Por isso o rei muito se irou e enfureceu; e ordenou que matassem a todos os sábios de babilônia.
E saiu o decreto, segundo o qual deviam ser mortos os sábios; e buscaram a Daniel e aos seus companheiros, para que fossem mortos.
Então Daniel falou avisada e prudentemente a Arioque, capitão da guarda do rei, que tinha saído para matar os sábios de babilônia.
Respondeu, e disse a Arioque, capitão do rei: Por que se apressa tanto o decreto da parte do rei? Então Arioque explicou o caso a Daniel.
E Daniel entrou; e pediu ao rei que lhe desse tempo, para que lhe pudesse dar a interpretação.
Então Daniel foi para a sua casa, e fez saber o caso a Hananias, Misael e Azarias, seus companheiros;
Para que pedissem misericórdia ao Deus do céu, sobre este mistério, a fim de que Daniel e seus companheiros não perecessem, juntamente com o restante dos sábios da Babilônia.
Então foi revelado o mistério a Daniel numa visão de noite; então Daniel louvou o Deus do céu.
Falou Daniel, dizendo: Seja bendito o nome de Deus de eternidade a eternidade, porque dele são a sabedoria e a força;
E ele muda os tempos e as estações; ele remove os reis e estabelece os reis; ele dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos.
Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz.
Ó Deus de meus pais, eu te dou graças e te louvo, porque me deste sabedoria e força; e agora me fizeste saber o que te pedimos, porque nos fizeste saber este assunto do rei.
Por isso Daniel foi ter com Arioque, ao qual o rei tinha constituído para matar os sábios de babilônia; entrou, e disse-lhe assim: Não mates os sábios de babilônia; introduze-me na presença do rei, e declararei ao rei a interpretação.
Então Arioque depressa introduziu a Daniel na presença do rei, e disse-lhe assim: Achei um homem dentre os cativos de Judá, o qual fará saber ao rei a interpretação.
Respondeu o rei, e disse a Daniel (cujo nome era Beltessazar): Podes tu fazer-me saber o sonho que tive e a sua interpretação?
Respondeu Daniel na presença do rei, dizendo: O segredo que o rei requer, nem sábios, nem astrólogos, nem magos, nem adivinhos o podem declarar ao rei;
Mas há um Deus no céu, o qual revela os mistérios; ele, pois, fez saber ao rei Nabucodonosor o que há de acontecer nos últimos dias; o teu sonho e as visões da tua cabeça que tiveste na tua cama são estes:
Estando tu, ó rei, na tua cama, subiram os teus pensamentos, acerca do que há de ser depois disto. Aquele, pois, que revela os mistérios te fez saber o que há de ser.
E a mim me foi revelado esse mistério, não porque haja em mim mais sabedoria que em todos os viventes, mas para que a interpretação se fizesse saber ao rei, e para que entendesses os pensamentos do teu coração.
Tu, ó rei, estavas vendo, e eis aqui uma grande estátua; esta estátua, que era imensa, cujo esplendor era excelente, e estava em pé diante de ti; e a sua aparência era terrível.
A cabeça daquela estátua era de ouro fino; o seu peito e os seus braços de prata; o seu ventre e as suas coxas de cobre;
As pernas de ferro; os seus pés em parte de ferro e em parte de barro.
Estavas vendo isto, quando uma pedra foi cortada, sem auxílio de mão, a qual feriu a estátua nos pés de ferro e de barro, e os esmiuçou.
Então foi juntamente esmiuçado o ferro, o barro, o bronze, a prata e o ouro, os quais se fizeram como pragana das eiras do estio, e o vento os levou, e não se achou lugar algum para eles; mas a pedra, que feriu a estátua, se tornou grande monte, e encheu toda a terra.
Este é o sonho; também a sua interpretação diremos na presença do rei.
Tu, ó rei, és rei de reis; a quem o Deus do céu tem dado o reino, o poder, a força, e a glória.
E onde quer que habitem os filhos de homens, na tua mão entregou os animais do campo, e as aves do céu, e fez que reinasse sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro.
E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu; e um terceiro reino, de bronze, o qual dominará sobre toda a terra.
E o quarto reino será forte como ferro; pois, como o ferro, esmiúça e quebra tudo; como o ferro que quebra todas as coisas, assim ele esmiuçará e fará em pedaços.
E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois viste o ferro misturado com barro de lodo.
E como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino será forte, e por outra será frágil.
Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.
Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre,
Da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação.
Então o rei Nabucodonosor caiu sobre a sua face, e adorou a Daniel, e ordenou que lhe oferecessem uma oblação e perfumes suaves.
Respondeu o rei a Daniel, e disse: Certamente o vosso Deus é Deus dos deuses, e o Senhor dos reis e revelador de mistérios, pois pudeste revelar este mistério.
Então o rei engrandeceu a Daniel, e lhe deu muitas e grandes dádivas, e o pôs por governador de toda a província de babilônia, como também o fez chefe dos governadores sobre todos os sábios de babilônia.
E pediu Daniel ao rei, e constituiu ele sobre os negócios da província de babilônia a Sadraque, Mesaque e Abednego; mas Daniel permaneceu na porta do rei.

Daniel 2:1-49

2489869617_0f36a70e0c.jpg

Não é do acaso que Deus deu a revelar esta profecia precisamente ao rei do maior império da história.

 

Claro que a profecia serve fundamentalmente para nós, mas Deus sabe conjugar muitos propósitos num só acto.

 

Nabucodonosor foi um rei tirano de um império extremamente pagão. Mas para demonstrar a Nabocodonosor que ele não era "nada", revelou-lhe o sonho de que não só o seu império, como os impérios seguintes, seriam todos "engolidos" pelo reino que está por vir. Um reino eterno com Cristo como rei dos reis.

 

Como disse, apesar de ser um rei tirano de um império extremamente pagão, Deus utilizou Nabocodonosor para castigar o seu próprio povo [Daniel 1:1-2], para logo depois lhe demonstrar que todo o seu poder não era mérito dele próprio, sendo posteriormente destruído pelo mesmo Deus que o utilizou para castigar o povo de Israel. 

 

Agora, pois, eu, Nabucodonosor, louvo, exalço e glorifico ao Rei do céu; porque todas as suas obras são verdade, e os seus caminhos juízo, e pode humilhar aos que andam na soberba.

Daniel 4:37

 

[Recomendo a leitura integral dos primeiros 4 capítulos do livro de Daniel]

 

Até ao surgimento do Reino de Deus, Deus utilizará todos os meios para castigar uns, disciplinar outros, e evangelizar a muitos. É no dia a dia que nós aprendemos, e a sua própria história de vida não foi deixada ao acaso.

 

Pessoalmente, quando olho para trás (coisas muito mais "más" que "boas"), percebo que foi a minha história de vida que me levou a perceber que existe um Deus, e que este está irado com o pecado da raça humana.

 

Como está escrito:Não há um justo, nem um sequer.
Não há ninguém que entenda;Não há ninguém que busque a Deus.

Romanos 3:10-11

 

Assim, sendo todos nós indesculpáveis (a não ser pela fé em Cristo), Deus nunca será injusto castigando os injustos pelas mãos de outros injustos. Na verdade, até os injustos são utilizados por Deus nos seus propósitos. Ele é Deus e faz o que quer.

 

Efectivamente, foi Deus quem castigou Israel. Nabocodonosor foi somente um meio, assim como Judas foi um meio para Cristo subir até à cruz, porque tudo estava e está profetizado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo,
Cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas.

 

Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo,
Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas.

Filipenses 3:18-21

 

Toda a alma esteja sujeita às potestades superiores; porque não há potestade que não venha de Deus; e as potestades que há foram ordenadas por Deus.
Por isso quem resiste à potestade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação.
Porque os magistrados não são terror para as boas obras, mas para as más. Queres tu, pois, não temer a potestade? Faze o bem, e terás louvor dela.
Porque ela é ministro de Deus para teu bem. Mas, se fizeres o mal, teme, pois não traz debalde a espada; porque é ministro de Deus, e vingador para castigar o que faz o mal.
Portanto é necessário que lhe estejais sujeitos, não somente pelo castigo, mas também pela consciência.
Por esta razão também pagais tributos, porque são ministros de Deus, atendendo sempre a isto mesmo.
Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra.

Romanos 13:1-7

 

Como diz o apóstolo Pedro, o cristão é um "forasteiro" neste mundo.

 

Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma;
Tendo o vosso viver honesto entre os gentios; para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no dia da visitação, pelas boas obras que em vós observem.
Sujeitai-vos, pois, a toda a ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior;
Quer aos governadores, como por ele enviados para castigo dos malfeitores, e para louvor dos que fazem o bem.
Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo bem, tapeis a boca à ignorância dos homens insensatos;
Como livres, e não tendo a liberdade por cobertura da malícia, mas como servos de Deus.
Honrai a todos. Amai a fraternidade. Temei a Deus. Honrai ao rei.
Vós, servos, sujeitai-vos com todo o temor aos senhores, não somente aos bons e humanos, mas também aos maus.
Porque é coisa agradável, que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, padecendo injustamente.
Porque, que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas se, fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus.
Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas.
O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano.
O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente;
Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.
Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo das vossas almas.

1 Pedro 2:11-25

 

Por muitas coisas que não possamos perceber, o Cristão tem a garantia de sair deste mundo, e que tudo isto é passageiro. Tudo o que acontece no mundo não é do acaso, e até as coisas mais sinistras têm o aval de Deus, até porque, a história, tem que seguir o seu curso normal e natural até ao apocalipse. Ou seja, o "mal" tem que se revelar, e o cristão, até por sê-lo, está naturalmente sujeito a sofrer com esse mesmo "mal".

 

Mas Cristo foi muito claro para os seus apóstolos antes de ser entregue:

 

Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.

João:16:33

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.