Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Antes santificai a Cristo, como Senhor, nos vossos corações; e estai sempre preparados para responder, com mansidão e temor, a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós. 1 Pedro 3:15


Então veio Jesus da Galiléia ter com João, junto do Jordão, para ser batizado por ele.
Mas João opunha-se-lhe, dizendo: Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim?
Jesus, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele o permitiu.
E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele.
E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.

Mateus 3:13-17

 

pomba_branca_espirito_santo.jpg

Será que de facto o "amor" é uma criação de Deus?

 

A resposta é um rotundo "não". Surpreendido? Então vejamos:

 

Não é uma criação de Deus, porque tal como Deus, o amor sempre existiu com ele na eternidade. Como, se só existia Deus?

 

A questão é que o amor não seria amor se fosse algo "criado". Tem que ser algo genuíno. Ou se ama de verdade, ou tudo não passará de sentimentos "robotizados". Não parece lógico?

 

A verdade é que Deus ama-se entre si desde sempre entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

 

Na verdade o "ódio" não existe. O que pode existir é a ausência de amor. Porque na eternidade só existia amor entre estas três pessoas divinas.

 

E o amor destas três pessoas divinas (que compõem um único Deus) é tão inesgotável como eternos são.

 

Quiseram assim expandir o seu amor inesgotável para criaturas criadas à sua imagem e semelhança.

 

E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança

Gênesis 1:26

 

Lá na eternidade, ainda antes da fundação do mundo, o Pai, o Filho e o Espírito Santo amaram um determinado povo, resgatando-o através do sacrifício feito na cruz.

 

Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo;
Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor;
E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,
Para louvor da glória de sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado,
Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça,
Que ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e prudência;
Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo,
De tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra;
Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade;
Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo;
Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa;
O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão adquirida, para louvor da sua glória.

Efésios 1:3-14

 

E embora o pecado tenha separado o homem de Deus, Cristo por nos ter amado, pagou por todos os nossos pecados naquela cruz. 

 

E o que é o pecado? É a falta de amor para com Deus, virando-lhe as costas, querendo fazer a nossa própria vontade.

 

Ora se a essência de Deus é o amor, logo, a falta de amor para com ele não pode existir num universo por si criado. E como Deus de justiça que é, o pecado tem que ser punido num local à parte, que é o que chamamos de inferno. Deus é amor mas também é fogo consumidor.

 

E você, ainda está de costas voltadas para Deus? Creia em Cristo como seu Senhor e Salvador, e seja também você um "predestinado" pronto a entrar no céu e a desfrutar da essência de Deus.

 

Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.
E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.

João 3:18-19

 

Se ainda não crê no amor de Deus, hoje pode ser o momento. Mas se já crê...

 

A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos vós. Amém.

2 Coríntios 13:14

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.