Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Antes santificai a Cristo, como Senhor, nos vossos corações; e estai sempre preparados para responder, com mansidão e temor, a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós. 1 Pedro 3:15


se um católico crer em Cristo como seu Senhor e Salvador, é tão Cristão quanto eu.

 

Não me considero católico devido a várias práticas que vão contra o ensino Bíblico e pela própria história e essência da organização - e eu neste blog já especifiquei essa questão em vários artigos.

 

Agora, creio que dentro do catolicismo, boa parte das pessoas não estão salvas, mas, há outras que estão. E as que estão, são as que confessam tanto quanto eu, que só Cristo nos poderá salvar do inferno eterno.

 

Parece-me ser essa a postura dos padres e dos crentes nesta missa, que considero bonita e de um grande fervor cristão [o emplastro é para mim só mais um que lá está].

 

 

 

Seguindo a lógica da carta de Paulo aos Coríntios, um cristão é aquele que segue a Cristo pela fé, não estando em causa nenhuma religião, denominação ou interpretação teológica.

 

Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer.
Porque a respeito de vós, irmãos meus, me foi comunicado pelos da família de Cloé que há contendas entre vós.
Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu de Cefas, e eu de Cristo.
Está Cristo dividido? foi Paulo crucificado por vós? ou fostes vós batizados em nome de Paulo?
Dou graças a Deus, porque a nenhum de vós batizei, senão a Crispo e a Gaio,

1 Coríntios 1:10-14

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.