Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. João 17:3


Sem título.png

Nisto vemos quão miserável é a condição dos papistas. Eles mesmos se atormentam cada vez mais em suas assim chamadas “devoções”. Creem estar seguros em Deus. Quando vociferam suas ladainhas, quando recitam o Pai Nosso, quando assistem muitas missas e se esforçam em suas peregrinações e romarias, quando oferecem dinheiro para suas abominações, adquirindo com dinheiro os seus ídolos, quando fazem tudo isso, creem que Deus deve conceder-lhes bens equivalentes a seus méritos. E por quê? Porque lhes falta o princípio básico da fé. Porque mesmo que aquelas coisas não fossem más nem contra Deus nem contra os homens, no entanto tornam-se frívolas diante de Deus quando da parte dos homens são oferecidas sem a verdadeira fé. Vemos, então, que ainda que os papistas trabalhem diligentemente para servir a Deus, somente aumentam sua própria condenação, atraindo ainda mais a ira de Deus sobre as suas cabeças. Tanto é assim que nesta passagem da Escritura são chamados de rebeldes contra Deus, posto que não querem sujeitar-se à doutrina do Evangelho. Para se sentirem seguros dizem: “Nossa intenção é servir a Deus, e por isso fazemos isto ou aquilo”. Muito bem. Mas Deus tem demonstrado que o único bem que você tem está na pura graça e misericórdia d’Ele, e que somente em Jesus Cristo devemos buscar a nossa salvação. Ele declara que enviou Seu Filho para que você possa experimentar o resultado de Seu sofrimento, que no nome de Cristo e por meio d’Ele serão recebidas e canceladas todas as suas dívidas, que você não deve procurar nenhum outro advogado a fim de encontrar acesso à Sua majestade, que você deve pedir ser renovado por Seu Espírito Santo. Vocês, papistas, o que estão fazendo? Não há senão orgulho e presunção em vocês. Tal como um touro, atacam todas as promessas de Deus e pretendem obter por seus próprios meios aquilo que Deus somente concede em Cristo. Vocês depositam sua confiança em obras e méritos. Procuram padroeiros e intercessores segundo lhes pareça bem. Deixam Jesus Cristo de lado. Não há verdadeira fé em vocês. E o que é pior, vocês são inimigos de Deus, travam guerra contra Ele, em vez de servir-Lhe e honrar- Lhe, como vocês pensam que fazem.

 

 

Ao assistir a esses vídeos, lembrei-me desse excerto do célebre sermão de João Calvino intitulado a segunda vinda de Cristo.

 

Esse povo de Canelas demonstrou que ser religioso e pertencer a uma denominação cristã, não significa que conheçam ou aceitem a verdade do evangelho e a ponham em prática.

 

Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?
E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão.

1 João 4:20-21

 

Ser religioso, por norma, significa ser supersticioso, tradicionalista, idolatra ou simplesmente hipócrita!

 

No capítulo 23 do evangelho de Mateus, o nosso Senhor Jesus Cristo aborda essa questão.

 

 

Mas voltemos agora para o catolicismo em si e sobre a posição de João Calvino. Esses dois vídeos demonstram o quanto o catolicismo carece de pessoas verdadeiramente cristãs. Alguma dúvida?

 

Convido-vos a analisar o artigo Porque estou do lado da linha reformada\calvinista?, que especifica que ser católico não é de todo estar do lado da verdade. Porque a verdade, está na doutrina única da Bíblica, e não nos acrescentos que a Igreja católica fez ao longo dos séculos!

 

No fundo, conhecer o evangelho, mas acreditar nesses "acrescentos", não é na mesma viver uma mentira?

 

Por isso é que os católicos vivem e praticam uma hipocrisia!

 

 

Nota: O sermão completo de João Calvino para download aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.