Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Antes santificai a Cristo, como Senhor, nos vossos corações; e estai sempre preparados para responder, com mansidão e temor, a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós. 1 Pedro 3:15


E Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote.

E pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se encontrasse alguns deste Caminho, quer homens quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém.

E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu.

E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?

E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.

E ele, tremendo e atônito, disse: Senhor, que queres que eu faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer.

E os homens, que iam com ele, pararam espantados, ouvindo a voz, mas não vendo ninguém.

E Saulo levantou-se da terra, e, abrindo os olhos, não via a ninguém. E, guiando-o pela mão, o conduziram a Damasco.

E esteve três dias sem ver, e não comeu nem bebeu.

E havia em Damasco um certo discípulo chamado Ananias; e disse-lhe o Senhor em visão: Ananias! E ele respondeu: Eis-me aqui, Senhor.

E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e vai à rua chamada Direita, e pergunta em casa de Judas por um homem de Tarso chamado Saulo; pois eis que ele está orando;

E numa visão ele viu que entrava um homem chamado Ananias, e punha sobre ele a mão, para que tornasse a ver.

E respondeu Ananias: Senhor, a muitos ouvi acerca deste homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém;

E aqui tem poder dos principais dos sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome.

Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel.

E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome.

E Ananias foi, e entrou na casa e, impondo-lhe as mãos, disse: Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que te apareceu no caminho por onde vinhas, me enviou, para que tornes a ver e sejas cheio do Espírito Santo.

E logo lhe caíram dos olhos como que umas escamas, e recuperou a vista; e, levantando-se, foi batizado.

E, tendo comido, ficou confortado. E esteve Saulo alguns dias com os discípulos que estavam em Damasco.

E logo nas sinagogas pregava a Cristo, que este é o Filho de Deus.

E todos os que o ouviam estavam atônitos, e diziam: Não é este o que em Jerusalém perseguia os que invocavam este nome, e para isso veio aqui, para os levar presos aos principais dos sacerdotes?

Actos 9:1-21

paulo.jpg

Saulo, era um judeu, arrogante, de coração duro, que atacava ferozmente o cristianismo - que ia contra as suas convicções judaizantes.

 

A caminho de Damasco, na expectativa de encontrar cristãos, Paulo cai do cavalo e fica cego pelo poder de Deus, e Jesus lhe ordena exactamente tudo o que tem a fazer. E assim foi.

 

A Ananias, Jesus diz que Paulo foi um vaso escolhido para levar o evangelho a todo o mundo.

 

O termo "vaso", é utilizado em Romanos capítulo 9, em que Deus nos transmite que ele por ser quem é, tem total liberdade para escolher vasos para honra e vasos para desonra, sem que seja posta em causa a sua justiça e soberania.

 

Como está escrito: Amei a Jacó, e odiei a Esaú.

Que diremos pois? que há injustiça da parte de Deus? De maneira nenhuma.

Pois diz a Moisés: Compadecer-me-ei de quem me compadecer, e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia.

Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece.

Porque diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei; para em ti mostrar o meu poder, e para que o meu nome seja anunciado em toda a terra.

Logo, pois, compadece-se de quem quer, e endurece a quem quer.

Dir-me-ás então: Por que se queixa ele ainda? Porquanto, quem tem resistido à sua vontade?

Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim?

Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra?

E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição;

Para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou,

Os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios?

Romanos 9:13-24

 

 

Os vasos que foram escolhidos para serem desonrosos, irão para o lago de fogo com um sentimento de culpa.

Assim como Deus deu a Paulo um sentimento de culpa nesta vida terrena, que o levou a converter-se:

 

 

Em Cristo digo a verdade, não minto (dando-me testemunho a minha consciência no Espírito Santo):

Que tenho grande tristeza e contínua dor no meu coração.

Porque eu mesmo poderia desejar ser anátema de Cristo, por amor de meus irmãos, que são meus parentes segundo a carne;

Que são israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e as alianças, e a lei, e o culto, e as promessas;

Dos quais são os pais, e dos quais é Cristo segundo a carne, o qual é sobre todos, Deus bendito eternamente. Amém.

Não que a palavra de Deus haja faltado, porque nem todos os que são de Israel são israelitas;

Nem por serem descendência de Abraão são todos filhos; mas: Em Isaque será chamada a tua descendência.

Isto é, não são os filhos da carne que são filhos de Deus, mas os filhos da promessa são contados como descendência.

Romanos 9:1-9

 

Portanto, Paulo, afirma que a palavra de Deus nunca lhe faltou, pois ele era um homem poderoso em Israel, e já deveria conhecer a "palavra" como poucos (o antigo testamento), mas que só estava no lado de Deus porque a Deus assim o aprove, e sem a obra do Espírito Santo (Ananias disse-lhe que ele seria cheio de Espírito Santo) este continuaria na velha natureza pecaminosa. Aqui, ele confessa nas entrelinhas que continuaria como incrédulo que era, a perseguir algo que não era do seu mundo, sentido tristeza pelo seu passado. Mas se sentia tristeza, é porque ao mesmo tempo, este estava feliz por lhe ter sido revelado o verdadeiro caminho, a verdade e a vida - que é Cristo.

 

Ele ia na "direcção oposta" no caminho para Damasco, e Cristo, ao invés de lhe perguntar se ele queria ser salvo, fez com que este caísse do cavalo e ficasse cego, e assim, se rendesse a Deus e a Cristo.

 

Por vezes, também é assim com o incrédulo. "Caímos" a meio do nosso trajecto e ficamos sem força e abatidos, mas Cristo nos levanta pelo poder do Espírito Santo para um novo trajecto e uma nova forma de encarar a vida - o verdadeiro caminho, e a verdade e a vida - que é Cristo.

 

Vejamos o cego de nascença que está em João capítulo 9:

 

E, passando Jesus, viu um homem cego de nascença.

E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?

Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.

Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar.

Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.

Tendo dito isto, cuspiu na terra, e com a saliva fez lodo, e untou com o lodo os olhos do cego.

E disse-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que significa o Enviado). Foi, pois, e lavou-se, e voltou vendo.

Então os vizinhos, e aqueles que dantes tinham visto que era cego, diziam: Não é este aquele que estava assentado e mendigava?

Uns diziam: É este. E outros: Parece-se com ele. Ele dizia: Sou eu.

Diziam-lhe, pois: Como se te abriram os olhos?

Ele respondeu, e disse: O homem, chamado Jesus, fez lodo, e untou-me os olhos, e disse-me: Vai ao tanque de Siloé, e lava-te. Então fui, e lavei-me, e vi.

Disseram-lhe, pois: Onde está ele? Respondeu: Não sei.

Levaram, pois, aos fariseus o que dantes era cego.

E era sábado quando Jesus fez o lodo e lhe abriu os olhos.

Tornaram, pois, também os fariseus a perguntar-lhe como vira, e ele lhes disse: Pôs-me lodo sobre os olhos, lavei-me, e vejo.

Então alguns dos fariseus diziam: Este homem não é de Deus, pois não guarda o sábado. Diziam outros: Como pode um homem pecador fazer tais sinais? E havia dissensão entre eles.

Tornaram, pois, a dizer ao cego: Tu, que dizes daquele que te abriu os olhos? E ele respondeu: Que é profeta.

Os judeus, porém, não creram que ele tivesse sido cego, e que agora visse, enquanto não chamaram os pais do que agora via.

E perguntaram-lhes, dizendo: É este o vosso filho, que vós dizeis ter nascido cego? Como, pois, vê agora?

Seus pais lhes responderam, e disseram: Sabemos que este é o nosso filho, e que nasceu cego;

Mas como agora vê, não sabemos; ou quem lhe tenha aberto os olhos, não sabemos. Tem idade, perguntai-lho a ele mesmo; e ele falará por si mesmo.

Seus pais disseram isto, porque temiam os judeus. Porquanto já os judeus tinham resolvido que, se alguém confessasse ser ele o Cristo, fosse expulso da sinagoga.

Por isso é que seus pais disseram: Tem idade, perguntai-lho a ele mesmo.

Chamaram, pois, pela segunda vez o homem que tinha sido cego, e disseram-lhe: Dá glória a Deus; nós sabemos que esse homem é pecador.

Respondeu ele pois, e disse: Se é pecador, não sei; uma coisa sei, é que, havendo eu sido cego, agora vejo.

João 9:1-25

 

Se Paulo esteve três dias literalmente cego, também é certo que este, antes da sua conversão, era espiritualmente cego. Paulo não pediu a Deus para ser curado da sua cegueira espiritual, nem Jesus lhe perguntou se este queria ser curado (salvo). Aliás, nem fazia sentido Jesus lhe perguntar isso, pois Paulo como cego que era, continuaria precisamente na sua cegueira indo pelo caminho errado.

 

Jesus curou-o, simplesmente. E quem é curado, já não pode voltar atrás.

 

Fica definitivamente curado. Definitivamente salvo.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.